Aves do Brasil

Arara-vermelha-grande


Arara-vermelha-grande
Ara chloropterus

Comportamento
Costuma andar em bando ou em pares. Hábitos semelhantes ao de outras araras.

Gosta de se alimentar do fruto do buriti e coquinhos.

Nidifica em pequenas grutas em penhascos e outras áreas escarpadas e, na falta destes, em ocos de árvores. Bota 2 ou 3 ovos. Em um estudo com 25 filhotes, 10 (40%) sobreviveram e deixaram o ninho, 9 (36%) morreram de aparente mal-nutrição e 6 (24%) foram mortos por predadores naturais.

Descrição
Mede cerca de 90cm. de comprimento e pesa 1,5kg. De coloração vermelha parecida com a araracanga, da qual se diferencia pelo vermelho mais escuro, face decorada por linhas delgadas de penas vermelhas, e especialmente, pelo verde na parte média das asas que continua até a parte de trás, asas com extremos azuis, rabadilha e ponta do rabo azul.

Bioma / Habitat
Pantanal, amazônia e cerrado.

Habita a copa de florestas altas, florestas de galeria, campos com árvores isoladas, buritizais e coqueirais.

Foto: Luís Roberto
Aves do Brasil - OpenBrasil.org

Pintor-verdadeiro


Pintor-verdadeiro
Tangara fastuosa

Comportamento
Vive em ambientes que vão desde matas bem preservadas a outras severamente transformadas, entre elas zonas costeiras de restinga, florestas úmidas e áreas do Rio Grande do Norte conhecidas como tabuleiros. Alguns fragmentos de mata que ainda restam nos grotões de propriedades das usinas de cana-de-açúcar do Nordeste tem sido verdadeiros refúgios para a espécie. Por vezes freqüenta pomares, próximos às pequenas matas nativas onde ainda subsiste precariamente. Diferente de sua congênere do Sul e Sudeste, a saira-sete-cores (Tangara seledon), o pintor-verdadeiro quase não é visto em bandos mistos, sendo mais comum em pequenos grupos familiares. É agressivo e territorialista.

Alimenta-se de frutos, brotos, insetos e pequenos vermes.

A reprodução geralmente de setembro a dezembro. Ninho em forma de taça, mas há relatos de ninhos semi-fechados, muitas vezes feitos com folhas de várias plantas da família das taquaras, e postura média de 2 a 3 ovos, tendo 2 a 3 ninhadas por temporada.

Descrição
Mede por volta de 13 cm e é um dos poucos traupídeos que apresentam tons de roxo-violeta e alaranjado na plumagem. Há um dimorfismo sutil entre os sexos, que para olhos mais treinados resolvem os problemas para a sexagem em campo. Basta expor as aves sob a luz do sol, quando recém coletadas na Natureza para estudos e soltura, e olhando-se atentamente de cima, nota-se claramente a tonalidade azul-clara metálica da cabeça do macho, diferente da fêmea, que possui tonalidade verde-amarelada metálica. Outro detalhe é que quase sempre os machos possuem cabeça um pouco maior que a das fêmeas.

Bioma / Habitat
Mata atlântica nordestina.

Vive em ambientes que vão desde matas bem preservadas. É um endemismo notável do Nordeste brasileiro; sendo restrito principalmente no litoral dos estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba, Sergipe e Rio Grande do Norte.

Foto: Stephen Jones in Brasil
Aves do Brasil - OpenBrasil.org
Próxima página
VEJA TAMBÉM